• Palato

Saiba mais sobre alimentação e crescimento infantil

Todos nós sabemos que uma alimentação equilibrada é fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo e para uma vida mais saudável. Quando tratamos de bebês e crianças, que estão em pleno desenvolvimento e crescimento, este assunto se torna o principal pilar no quesito formação de paladar, hábitos alimentares, saúde e qualidade de vida.


A nutrição infantil começa na barriga quando, através da alimentação da mãe, o bebê recebe todos os nutrientes necessários até o nascimento. Em seguida, vem o aleitamento materno, único responsável pela nutrição do bebê até os 6 meses de vida, que será complementado com os alimentos sólidos na introdução alimentar (leia sobre aqui) - estes últimos estarão presentes nos hábitos alimentares da infância, adolescência até a vida adulta.


Quando me refiro à uma alimentação completa e equilibrada, quero dizer que precisamos receber todos os nutrientes necessários para o nosso organismo nas quantidades apropriadas para cada fase da vida. Os alimentos são os responsáveis por nos fornecer macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) e micronutrientes (fibras, vitaminas e minerais) que serão utilizados pelo nosso organismo para fornecimento de energia, metabolismo, crescimento dos tecidos, desenvolvimento e manutenção das funções vitais.


A falta de algum ou mais nutrientes, conhecida como desnutrição, pode levar a graves consequências em virtude da interrupção de alguma atividade básica, problemas fisiológicos e/ou patológicos, como falta de energia para realizar tarefas, anemia, problemas de crescimento, mau desenvolvimento dos ossos, alterações na pele, visão entre outros sinais.


Para te auxiliar nesta jornada, listei 15 passos para a alimentação saudável de nossas crianças:


  1. somente leite materno até os 6 meses de vida, sem oferecer água, sucos, chás ou qualquer outro alimento;

  2. Mantenha o aleitamento materno prolongado até 2 anos ou mais;

  3. Inicie a introdução alimentar de forma lenta e gradual quando o bebê completar 6 meses (mais sinais de prontidão);

  4. Procure oferecer alimentos de todos os grupos, distribuindo-os em pelo menos três refeições principais e dois lanches por dia;

  5. Oferecer à criança diferentes alimentos ao dia. Uma alimentação variada é, também, uma alimentação colorida.

  6. Inclua diariamente alimentos como cereais (arroz, milho etc), tubérculos (batatas), raízes (mandioca, macaxeira, aipim etc), pães e massas. Dê preferência aos grãos integrais e aos alimentos na sua forma mais natural;

  7. Procure oferecer diariamente legumes e verduras como parte das refeições da criança. As frutas podem ser distribuídas em sobremesas e lanches;

  8. Inclua feijão com arroz todos os dias ou, pelo menos, 5 vezes por semana;

  9. Ofereça diariamente leite e derivados, como queijo e iogurte, nos lanches, e carnes, aves, peixes ou ovos nas refeições principais;

  10. Alimentos gordurosos e frituras devem ser evitados. Prefira alimentos assados, grelhados ou cozidos;

  11. Evite açúcar, café, enlatados, embutidos, refrigerantes, sucos industrializados, balas, salgadinhos, biscoitos doces e recheados, sobremesas entre outras guloseimas;

  12. Reduza a quantidade de sal na comida e evite o consumo de alimentos industrializados com muito sódio (sal);

  13. Estimule a criança a beber bastante água e sucos naturais de frutas durante o dia, de preferência nos intervalos das refeições, para manter a hidratação e a saúde do corpo;

  14. Incentive a criança a praticar atividade física e evite que ela passe muitas horas assistindo TV, jogando videogame ou brincando no computador;

  15. Faça as consultas de rotina com seu pediatra e, sempre que possível, com sua nutricionista!


Dessa forma, podemos perceber como a nutrição é parte essencial da nossa vida e vai muito além do ato de comer. Quando bons hábitos começam em casa, as chances do seu filho ter uma vida plena e saudável é muito maior! Espero que este texto tenha ajudado a compreender a importância da nutrição na infância!



Renata Chimenti Del Greco

Nutricionista materno-infantil