• Palato

Saiba mais sobre suplementos alimentares

Com o retorno gradativo das academias e centros esportivos, os praticantes de exercícios físicos começam a retornar ao seu ‘habitat natural’. Mesmo com algumas modificações para atender às recomendações de segurança nos ambientes, o momento é de RECOMEÇO!


E todo começo necessita de planejamento e informação. Quando vamos começar uma prática esportiva, recomeçar ou até dar continuidade, talvez em um novo aparelho, vem logo a dúvida: será que preciso consumir algum suplemento alimentar para fazer esse ou aquele exercício?

Sabemos que os suplementos não necessitam de prescrição nutricional ou médica para serem adquiridos, mas isso não significa que devemos consumi-los indiscriminadamente. É importante entender a carência que o corpo apresenta antes de sair às compras. Vale lembrar também que suplemento nenhum faz milagre se não houver uma alimentação equilibrada. Uma boa base alimentar é primordial antes de qualquer decisão.


Para entender melhor esse universo dos suplementos, vamos classificá-los em 5 grupos:



Grupo 1

Hipercalóricos: são aqueles suplementos destinados ao ganho de peso. Seu principal ingrediente é o carboidrato.




Grupo 2

Proteicos: destinado ao ganho/manutenção de massa magra/hipertrofia, geralmente contêm apenas proteína como ingrediente. Whey protein é o suplemento mais conhecido desse grupo, mas, atualmente os produtos proteicos de fontes vegetais também têm marcado presença.




Grupo 3

Termogênicos e estimulantes: estão bastante presentes nos suplementos com título de pré-treino. Os termogênicos agem aumentando a temperatura do corpo, aquecendo-o para o início de um exercício e auxiliando também na queima de energia. Os estimulantes agem no sistema nervoso central, melhorando o foco e a concentração para o treino. Podemos reconhecer a presença desse grupo nos ingredientes como gengibre, cafeína, chá verde, pimenta e taurina.









Grupo 4

Antioxidantes e recuperadores: agem principalmente na prevenção do envelhecimento precoce e recuperação muscular/articular, após um treino muito longo ou superintenso. Como exemplo, podemos citar o ômega 3, vitaminas antioxidantes, como C, E e A, colágeno tipo II e um produto chamado recovery 4:1.









Grupo 5

Imunomoduladores: neste grupo, podemos colocar os produtos destinados à manutenção, proteção e/ou à recuperação do sistema imunológico. São eles: probióticos, vitamina D e glutamina.


Existem diversos suplementos e possibilidades para os mais diferentes objetivos esportivos e necessidades de saúde. Converse com o seu nutricionista esportivo para avaliar a escolha correta para a sua saúde e seu desempenho!


Para saber mais sobre os suplementos alimentares, confira nosso vídeo no IGTV.


Mylena Porto

Nutricionista esportiva

Entre para o clube, baixe o app do Palato, aproveite os descontos e conteúdos exclusivos.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram

Um projeto do Palato.com.br

EMX©2020